sábado, 8 de outubro de 2011

SEM FRALDAS...

Marina está saindo das fraldas... E essa experiência tem trazido para nós algumas vivências não muito agradáveis. Não tanto pela ausência da fralda, mas por todo seu conjunto.

Na escola, no dia 04/10 tivemos uma reunião de setor (é um espaço onde colocamos todas as nossas dificuldades, preparamos atividades, propomos trabalhos diversificado entre nós adultos e atividades diferenciadas com as crianças, decidimos passeios, presentes para as datas festivas e comemorativas da comunidade... enfim um espaço que abrimos uma vez por semana para discutir diversos assuntos relacionados a sala), só que neste dia o que foi dito ali era que pela falta de estrutura da sala que não tem banheiro (se trata de um único berçário da escola), pela falta de funcionários, e pelo grande número de crianças matriculadas... A escola não teria estrutura para tirar a fralda das crianças desta sala que já tivessem ou demonstrassem essa capacidade.

Isso acabou me deixando frustrada, arrasada... Até porque nesse mesmo dia Marina tinha acabado de fazer xixi e coco no chão e ninguém se levantou para limpar, uma vez que não concordavam com a situação de tirarem sua fralda.

A única maneira de tirar a sua fralda seria mudando-a de sala. E a princípio se fosse para que ela fizesse essa retirada eu toparia na hora. Cheguei até a conversar com uma das colegas de trabalho para ver se havia vaga em outra sala e se havia essa possibilidade da retirada de fraldas.

Hoje com a cabeça fria e pensando melhor... Neste momento de retirada não tem que ser feito em um lugar em que a criança se sinta segura?

Mudando-a de sala ela estaria por dois processos ao mesmo tempo, não seria só se adaptar sem a fralda, mas se adaptar em uma sala que não é a dela, com coleguinhas novos, pessoas novas e mais as fraldas... Isso me deixou insegura.

Hoje ela passa as tardes na casa da bisa, e minha prima está me ajudando neste processo.

Nunca duvidei da sua capacidade e a cada dia que passa vejo nos detalhes como está dando certo!

Nosso trajeto até a casa da bisa é longo, e normalmente vamos de ônibus, tomamos 3 ônibus até lá e leva 1 hora e meia e Marina vai sem fralda. Nunca me deixou na mão... kkkkkkkkkkkk. Graças á Deus, porque seria bem complicado caso acontecesse.

Ontem fomos á igreja ouvir a palestra da Cris Poli (Super Nanni), excelente viu gente! Eu recomendo... Mas e aí? Deixar ou não sem fralda? Nossa, ficamos em uma dúvida tremenda... E acabamos por colocar. Fiquei descontente, mas compreendi que o momento não era propício.

Chegamos em casa e fomos trocá-la de roupa, escovar seus dentes para dormir. Em cima da cama ela começou a tirar a fralda, ai meu marido falou para que ela não tirasse, pois já ia dormir.

Desta vez interferi. Disse deixe que ela tire, faz parte do processo. Ela já entendeu que não precisa da fralda, quando tirei, para minha surpresa, a fralda estava seca e ela queria fazer xixi.

Levei ao vaso sanitário (em casa utilizamos o redutor) e lá ela fez xixi.

Gente! Vocês não imaginam a minha alegria em vê-la conquistando mais esse espaço. Conquistando essa independência.

Estou imensamente feliz, pois vejo que está funcionando. Que mais rápido do que eu imaginei, ela está conseguindo.

Ela já sabe onde fazer xixi e o momento mais adequado. Claro que tudo é um processo e de passo em passo chegaremos lá.

Daqui para frente tudo será vitória!

Meninas, é uma difícil situação, mas eu optei pela Marina e acredito na sua capacidade.
Ela está com anos completos, tem feito muito calor por aqui. Quero aproveitar esse momento que não é sofrido nem para ela e nem para mim.
 
Quero também agradecer a Deus por me dar uma família tão linda e unida. Sempre que precisei nunca me desampararam. Amo vocês e muito obrigada por tudo.
 
Vocês já passaram por algo assim?
O que fizeram?
 
No desfralde tenha muito amor e paciência eles são capazes...

7 comentários:

  1. Tenho medo do desfralde, ainda não comecei, pq sei que não é a hora do Davi...
    Mas é ruim quando a escola não nos apoia ne...
    Que bom que esta dando certo, e que ele esta desfraldando bem...
    Que continue dando certo...
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, tô passando aqui pra divulgar um sorteio que Atelier Graça Veloso está realizando de um conj. de 3 peças para bebês, composto de toalha de capuz, babadouro e toalha de mão. Inscrições até o dia 26/10. Não perca!!!
    http://www.atelierveloso.com/

    Aguardamos sua visita e inscrição!!!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não cheguei nessa fase. Mas concordo muito com você em acreditar na capacidade da Marina! Eles nos surpreendem tanto né?! Lindo demais! Aos pouquinhos ela estará tranquilamente sem fralda!!! E acho ótimo aproveitar mesmo pro desfralde no calor... no inverno complica um pouco mais né?! Bjinhosssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Ai, gostei tanto tanto do seu posto... Primeiro vi o seu comentário no blog: Mamíferas e gostei mto do que vc falou, então vim conhecer seu catinho e amei!
    Estou lendo tudo o que vejo sobre desfralde, pois quero começar o desfralde da Malu neste verão, ela está agora com 1 ano e 9 meses... dá pra ir devagar, e pelo que vc escreveu, a coisa vai bem natural quanto mais paciência tivermos e deixar tudo acontecer no tempo certo. Fiquei emocionada pela conquista da Marina! Que linda chegando em casa e tirando a fralda, encheu meus olhos de lágrimas, achei lindo mesmo!!
    Parabéns pra vcs!
    Que Deus continue a lhe dar direção e sabedoria na maternidade.
    Beijossss
    Ane mamãe da Malu
    Blog: aprendendocomamalu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi querida...
    E' isso mesmo ...agora que faz calor e nao a sofrimento maior nesse processo á que começar por algum lado...na verdade acho que nenhuma escola se prepara para essas coisas !!! =/ infelizmente...
    Parabens pela conquista, pela historia acho que essa menininha nem de dia nem de noite nem hora alguma vai precisar mais da fraldinha...pois so se for por descuido j que ela aprendeu a pedir :D

    Beijinhoooo

    ResponderExcluir
  6. Passando rapidinho para desejar um Feliz dia das crianças para a princesa !!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  7. lendo o que você postou sobre nossa reunião percebi a sua maturidade e entendi que você compreendeu nossa posição , nada foi falado pra prejudicar a Marina ,jamais faríamos isso , tambem sou mae e agora vovó, sei que em breve passarei por esse momento delicado mais uma vez porque quero estar sempre presente em tudo o que acontecer com o Bryan .Gostei de tudo o que disse e quero parabeniza-la por ajudar nossa menina a desenvolver com qualidade rsrs
    é uma pena que ela esteja perdendo algumas atividades diferentes nesse mes das crianças. estaremos torcendo por ela .

    ResponderExcluir